Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Comitê de Governança apresenta novas funcionalidades da ferramenta Tempo de Justiça

O Comitê de Governança do Tempo de Justiça realizou, nesta terça-feira (12/09), reunião de trabalho para apresentar análise de resultados e traçar as próximas medidas a serem implementadas. O evento ocorreu no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) e contou com representantes dos órgãos integrantes do programa, que tem como objetivo monitorar processos de homicídio, com autoria conhecida, ocorridos a partir de janeiro deste ano. Esse foi o primeiro encontro após o lançamento da nova versão do sistema eletrônico, que acompanha as etapas e o tempo de movimentação dos processos nas quatro instituições envolvidas: Polícia Civil, Ministério Público, Poder Judiciário e Defensoria Pública. Um dos aperfeiçoamentos inclui a integração da ferramenta Tempo de Justiça à base de dados do Sistema de Informação Penitenciário (Sispen), da Secretaria de Justiça do Estado. Com o Sispen, é possível saber em que unidade prisional se encontra o réu e como está a situação processual dele. Também houve a integração de dados do sistema de informações civis da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social para facilitar a localização de pessoas que precisam ser intimadas. Outra funcionalidade incorporada foi o painel de medição de desempenho, que mostra graficamente o cumprimento das metas e as etapas do processo em cada uma das instituições. No Poder Judiciário, por exemplo, é possível filtrar se o processo está na fase de distribuição, recebimento da denúncia, citação, instrução, decisão de pronúncia, recurso em sentido estrito, até o julgamento pelo Tribunal do Júri. A ferramenta também mostra desempenho comparativo por Vara do Júri e de Custódia. Segundo a desembargadora Adelineide Viana, que está à frente do programa na Justiça estadual, a meta é que os casos de homicídio com autoria reconhecida sejam finalizados no prazo médio de um ano, dando uma resposta rápida à sociedade com relação a esse tipo de crime. “A partir das reuniões do Comitê de Governança são traçadas ações e dados encaminhamentos, e cada instituição se compromete a dar agilidade aos processos cujos prazos estão fora da meta pactuada”, informou. A próxima reunião está agendada para o dia 17 de outubro, no TJCE. Participaram do encontro desta terça-feira o juiz Henrique Holanda, da 2ª Vara do Júri de Fortaleza; o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Marcus Rattacaso; o diretor adjunto da Divisão de Homicídios, George Monteiro; o defensor público Márcio Maranhão e o promotor de Justiça André Clark, além de assessores e servidores da área de Informática do Judiciário, da Vice-Governadoria e da Polícia Civil. O Tempo de Justiça é uma ação do “Pacto por um Ceará Pacífico”, conjunto de medidas para reduzir os índices de criminalidade no Estado e disseminar a cultura de paz na sociedade. Foi desenvolvido pela Vice-Governadoria, em parceria com Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, Judiciário, Ministério Público e Defensoria.
12/09/2017 (00:00)

Contate-nos

Avenida Hermínio de Castro  142  Sede do Grupo Ampere
-  Cidade dos Funcionários
 -  Fortaleza / CE
-  CEP: 60821-825
+55 (85) 3067-4031+55 (85) 98672-4245+55 (85) 99630-9620
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.